1 – Preparação de amostras XRF  

Quarta-feira, 24 de Junho, 14:00 – 15:00

A importância de uma boa preparação de amostras – XRF   

imagemA chave para resultados analíticos estáveis e reproduzíveis do espectrómetro XRF não é apenas um equipamento de trabalho estável, mas também um procedimento de preparação de amostras reprodutível e estável, apropriado para o material.

 

Para registar a sua participação, clique aqui!

 

2 – Materialografia 

Terça-feira, 23 de Junho, 19:00 – 20:00

Preparação e Análise de amostras provenientes da Indústria Microelectrónica

– Desafios para fixação de amostras pequenas e com formas complexas;
– Montagem com resina epoxy sob vácuo;
– Controlo preciso do material a remover para alcançar um plano especifico;
– Preparação expedita de amostras com diferentes materiais (e diferentes comportamentos durante as etapas de desbaste e polimento). 

Para registar a sua participação, clique aqui

 

3 – Ensaios Mecânicos 

Segunda-feira, 22 de Junho, 11:00 – 12:00

Soluções de teste confiáveis para cateteres, fios-guia e conectores de acordo com a norma ISO 80369

Aparelhos médicos, tais como cateteres, fios-guia e conectores, são muitas vezes solicitados a ensaios que simulem a sua utilização em condições reais. Neste webinar serão abordadas as melhores técnicas para assegurar testes repetíveis para uma larga gama de ensaios mecânicos, como ensaios de força e compressão, assim como aferição da eficácia de lubrificação.

Para registar a sua participação, clique aqui

 

4 – Análise Térmica

4.1 – STA (DSC + TGA) 

Este webinar irá decorrer duas vezes ao dia, manhã e tarde.
Terça-feira, 23 de Junho, 08:30 – 09:15
Terça-feira, 23 de Junho, 13:00 – 13:45

Esta técnica mede o fluxo de calor e as alterações de peso num material, em função da temperatura ou do tempo numa atmosfera controlada.
A medição simultânea destas duas propriedades do material não apenas melhora a produtividade, mas também simplifica a interpretação dos resultados.
As informações complementares obtidas permitem a diferenciação entre eventos endotérmicos e exotérmicos que não têm perda de peso associada (por exemplo, fusão e cristalização) e aqueles que envolvem uma perda de peso (por exemplo, degradação).
A apresentação é constituída por uma breve parte teórica e seguida de uma componente mais pratica prática em que os especialistas de aplicação da Linseis, irão ao laboratório mostrar como usar o instrumento.
Para finalizar, terá a oportunidade de fazer suas perguntas.

Para registar a sua participação, clique aqui

4.2 – DIL – Expansão Térmica

Quinta-feira, 18 de Junho, 08:30 – 09:15
Quinta-feira, 18 de Junho, 13:00 – 13:45

A dilatometria é uma técnica na qual uma dimensão de uma substância sob carga desprezível é medida (por exemplo, medição de expansão ou medição de retração) em função da temperatura enquanto a substância é submetida a um programa de temperatura controlada numa atmosfera especificada.
Estes equipamentos são frequentemente usados para pesquisa, desenvolvimento e controle de qualidade de sólidos, líquidos, pós e pastas para determinar, por exemplo, o coeficiente de expansão térmica, transição vítrea, entre outros.
Será apresentada a linha de produtos de dilatómetros da Linseis para diferentes aplicações e indústrias.
Posteriormente, terá oportunidade de colocar as suas questões.

Para registar a sua participação, clique aqui

 

4.3 – LFA – Condutividade Térmica

Terça-feira, 16 de Junho, 08:30 – 09:15
Terça-feira, 16.de Junho, 13:00 – 13:45

Para determinar a condutividade térmica, a difusividade térmica e o calor específico, existem diferentes opções, dependendo da faixa de temperatura, tipo de material e precisão da análise.
A maneira mais comum de medir a difusividade térmica será com conhecido método de flash a laser (LFA).
Nesta técnica, uma amostra é pulsada com um laser e um detetor de infravermelho, no lado oposto, deteta o aumento da temperatura da amostra, o que leva à difusividade térmica.
Se a densidade e a capacidade térmica específica são conhecidas, a condutividade térmica pode ser calculada.

Após uma breve introdução aos equipamentos de condutividade térmica e, especialmente, ao LFA, os especialistas em aplicação da Linseis irão ao laboratório mostrar os diferentes sistemas de medição e cadinhos, além de uma visão do software.
Posteriormente, terá a oportunidade de fazer suas perguntas.

Para registar a sua participação, clique aqui

 

4.4 – Chip-DSC – Calorimetria

Terça-feira, 09 de Junho, 08:30 – 09:15
Terça-feira, 09 de Junho, 13:00 – 13:45

É a técnica de medição mais popular para detetar transições endo e exotérmicas, como a determinação das temperaturas de transformação e a entalpia de sólidos e líquidos em função da temperatura.
Portanto, a amostra e a referência são mantidas praticamente à mesma temperatura durante todo o experimento e o fluxo de calor será medido.
Determinação do poder caloríficos e outros parâmetros com o Chip-DSC.
Os especialistas de aplicação vão mostrar como é fácil usar e para quais aplicações o dispositivo de medição é adequado.
De seguida, terá a oportunidade de fazer as suas próprias perguntas.

Para registar a sua participação, clique aqui!

 

5 – Ensaios Mecânicos 

Equipamentos para testes de fluência avançados

Terça-feira, 9 de Junho, 16:00 – 16:45

Neste webinar serão abordados os seguintes tópicos:
• Importância dos testes de fluência e do controlo preciso da medição de temperatura;
• Principais componentes de um sistema avançado para testes de fluência;
• Como configurar um sistema avançado de fluência.

Para registar a sua participação, clique aqui!

 

6 – Preparação e Análise de Soldaduras

Segunda-feira, 18 de Maio, 15:00 – 16:00
Webinar apresentado em Espanhol

Será que está a analisar corretamente as suas soldaduras, para que possa atestar a qualidade das mesmas?

As soldaduras são um importante processo de união para diversos tipos de indústrias. Como todos os processos de fabrico, este processo deve ser controlado para garantir que os resultados finais são os melhores. Por vezes existem falhas técnicas de estruturas soldadas que enfatizam a necessidade de uma correta análise das soldaduras. Para que se realize uma correta análise das mesmas, são utilizados tanto processos destrutivos, como processos não destrutivos.

Para registar a sua participação, clique aqui!

 

7 – Baterias elétricas – Ensaios mecânicos                                  

Sexta-feira, 15 de Maio, 10:30 – 11:00 

• Os desafios dos ensaios mecânicos nos automóveis elétricos;
• O controlo de qualidade e I&D sobre as baterias e seus componentes, enquanto elementos fundamentais nos automóveis elétricos;
• Análise dos diferentes tipos de ensaios mecânicos para baterias e seus componentes.

Para registar a sua participação, clique aqui

 

8 – Preparação de lâminas delgadas                                            

Terça-feira, 12 de Maio, 19:00 – 20:00

A preparação de lâminas delgadas apresenta inúmeros desafios, devido à grande variedade de materiais que podem ser preparados. Esta técnica é largamente usada na geologia, mas pode também ser usada em outras áreas, tais como construção, biologia e arqueologia. Algumas das dificuldades mais comuns são a fragilidade das amostras, arrancamentos durante a preparação, diferentes alturas em constituintes/fases distintas e a sensibilidade à agua.
Neste webinar serão abordados os passos para a preparação de lâminas delgadas com um bom resultados final.

Para registar a sua participação, clique aqui

 

9 – Ensaios mecânicos na indústria automóvel                            

Sexta-feira, 8 de Maio, 10:30 – 11:00

• Os desafios dos ensaios mecânicos na indústria automóvel;
• Porque é que os ensaios mecânicos a materiais e componentes são tão críticos;
• Como alcançar resultados confiáveis, reprodutíveis e rastreáveis.

De que forma os equipamentos mais modernos e eficientes podem influenciar a qualidade final dos resultados.

Para registar a sua participação, clique aqui!